Carregando...
JusBrasil - Política
23 de abril de 2014

Deputado defende trabalhadores e a Busscar e cobra soluções para a crise

Publicado por Partido do Movimento Democrático Brasileiro - SC (extraído pelo JusBrasil) - 3 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

Um comboio de 40 ônibus, com 1.500 funcionários da empresa Busscar Ônibus, chegou na quinta-feira (27) a Brasília para mobilizar lideranças e chamar a atenção principalmente do presidente Lula e do BNDES - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. A movimentação tem como objetivo buscar solução imediata para a empresa que passa por grande crise financeira. Entre as opções, discute-se a liberação do crédito-prêmio de IPI retido devido ao entendimento do Ministério da Fazenda de que a União não é mais obrigada a devolver esse dinheiro, que soma R$ 621 milhões.

O deputado federal Mauro Mariani se manifestou na quarta-feira (26) no Plenário da Câmara sobre o assunto, enfatizou a importância da Busscar não só para Joinville e Rio Negrinho, mas sim, para milhares de funcionários e para o Brasil, destacando que se trata de um empreendimento que há 10 anos era reconhecido como o segundo maior fabricante de carrocerias de ônibus do País, responsável pela manutenção de mais de cinco mil empregos, com mais de 60 anos de história, porém que não está conseguindo arcar com suas despesas como compra de matérias-primas e salários dos funcionários. O deputado se uniu à reivindicação dos funcionários da Busscar, cobrando do Governo Federal alternativas para reerguer a empresa.

“Comemoramos vitoriosos índices nacionais, como o aumento da criação de emprego; o Governo Federal lança incentivos para a implantação e ampliação de empresas, mas se esquece daquela que já está em funcionamento, que já emprega (a Busscar Ônibus).

Não bastassem todos os problemas enfrentados dia após dia, e a gravidade desse assunto, os envolvidos na história têm que escutar do Procurador-Geral Adjunto da Fazenda, Fabrício da Soller, o lamentável comentário de que a Busscar pode procurar até o papa Bento 16, que a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional mantém sua posição jurídica de que a empresa não tem direito a receber centavo algum a mais em crédito-prêmio de IPI . No entanto devemos lembrar que a Busscar conquistou o direito aos recursos em todas as instâncias da justiça, mas, em contrapartida a Procuradoria-Geral da Fazenda afirma que o direito de receber os créditos foi perdido já em 1992.

O assunto é grave, envolve milhares de pessoas, e quem mais sofre são aquelas famílias que têm sua renda dependente da empresa Busscar Ônibus. Atualmente, essas pessoas não cessam de trabalhar apesar de todas as dificuldades enfrentadas, e vivem com a incerteza se amanhã ainda farão parte do quadro de funcionários, devido às contenções de gastos que se faz necessária no momento. Se hoje o Governo não vai pagar pelo meio que se reivindica, que diante da importância dessa empresa para o País, opere através de outras fontes de crédito, como por exemplo, algum financiamento. Não se pode deixar sucumbir mais de cinco mil empregos, permitindo que uma empresa com o porte e a importância da Busscar Ônibus venha fechar as portas”, discursou Mauro Mariani.


Assessoria de Imprensa do deputado federal Mauro Mariani

0 Comentários

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula.

ou

Disponível em: http://pmdb-sc.jusbrasil.com.br/politica/4902318/deputado-defende-trabalhadores-e-a-busscar-e-cobra-solucoes-para-a-crise